Alienum phaedrum torquatos nec eu, vis detraxit periculis ex, nihil expetendis in mei. Mei an pericula euripidis, hinc partem.

Blog

Praticatatum / Blog  / Música no Hospital Darcy Vargas

Música no Hospital Darcy Vargas

A Orquestra Praticatatum apresentou-se no Espaço Terapêutico e na UTI do Hospital Darcy Vargas, no dia 11 de outubro de 2017​.

 

​Com diferentes estilos musicais, os jovens músicos do Praticatatum

levaram alegria e música para os pacientes e funcionários em comemoração ao Dia das Crianças.

Idealizada por Arlen Ribeiro e pelo maestro Luiz Carlos José Rodrigues Filho, com coordenação técnica de Valdo Andrade, a Associação Praticatatum vem, desde 2008, trabalhando para desenvolver, por meio da música, a sensibilidade, a cidadania, as habilidades artísticas e intelectuais dos jovens.

Participam da iniciativa cerca de 300 estudantes, entre 6 e 21 anos, estudando percussão, musicalização infantil (xilofone, canto-coral e flauta-doce), violão, guitarra, contrabaixo, teclado, instrumentos de sopros e cordas, além da discotecagem com tecnologia musical informatizada.

Com patrocínio das empresas Kimberly Clark, Dr.Oetker e Brasmetal, a Associação possui uma orquestra formada por estudantes de 14 a 21 anos, residentes nas comunidades da região Oeste da cidade de São Paulo. O público atendido é formado por crianças, jovens e adultos que se dividem nas entidades parceiras: Liga Solidária, Nosso Lar I e II e Fundação Julita.

Os jovens recebem informações musicais diversas, que vão da música popular à erudita, buscando referências, não somente dentro das salas de aulas, mas também frequentando eventos, shows e concertos musicais nos teatros da cidade de São Paulo.

Luiz Carlos José Rodrigues Filho ressalta que a importância do PRATICATATUM está, principalmente, no fato de ser a única fonte de cultura, no bairro, para esses jovens. “O projeto abre portas para que eles possam conhecer outros lugares, conviver com outras pessoas de diferentes classes sociais e não fiquem presos apenas à realidade de onde vivem”, diz.

“O conhecimento musical permite melhorar a concentração, o respeito mútuo, o trabalho em grupo, o desenvolvimento da coordenação motora, a percepção auditiva, o pensamento crítico e o contato com uma realidade repleta de manifestações culturais. Esses jovens talentos realizam um trabalho admirável. É muito importante para eles serem reconhecidos e prestigiados também na região onde vivem”, afirma Arlen Ribeiro.

 

Praticatatum no Facebook

Instagram do Pratica.

Sem Comentários

Publicar Comentário